Perguntas Frequentes - Mamãe e Bebê

Qual a maneira correta de limpar o umbigo do recém-nascido?

Umedeça um cotonete (ou algodão) com álcool a 70% (adquirido em farmácia) e passe na superfície do curativo pelo menos três vezes ao dia. Tenha o cuidado de limpar todo o entorno do umbigo para evitar infecções. Continue fazendo a limpeza até três dias após a queda do curativo.

(fonte:Site Bebe.com)

Como sei que ele está com cólica ou fome? Tem diferença no tipo de choro?

O choro causado pelo desconforto das cólicas intestinais é diferente do da fome. Mas fique tranquila, pois, com o tempo e a convivência, você aprende a distinguir cada chorinho: fome, frio, sono, calor, xixi, fralda apertada, dor, mimo e assim por diante. No caso da cólica, considere que é uma situação transitória, mais frequente no final da tarde e à noite. Em geral, as queixas começam na segunda semana de vida do bebê e cessam no quarto mês. É um choro intenso e súbito, que deixa a criança irritada e agitada até três horas por dia. Além disso, diferentemente do que acontece na fome, dar o peito não resolve. (Fonte:Site Bebe.com)

O que posso fazer para aliviar as cólicas do bebê?

As cólicas são o resultado de um processo natural do desenvolvimento gastrointestinal da criança e que dura de três a quatro meses. Portanto, procure manter a calma diante do choro do seu bebê. A ansiedade do adulto só faz piorar a situação. Ambiente tranquilo e música suave são sempre bem-vindos. Banho morno (em posição fetal) também. O mesmo se aplica a compressas mornas na barriguinha com toalhas felpudas passadas a ferro. Elas têm um efeito analgésico (mas teste antes o calor da toalha em sua própria face). Outra dica: movimente as pernas do bebê, fazendo-o pedalar no ar. Esse exercício pode ajudá-lo a eliminar o excesso de gases. Procure ainda massagear a barriguinha do bebê no sentido horário. A amamentação no peito (sempre seguida de arroto) também contribui para o alívio dos desconfortos. Agora, o mais importante é ter paciência para acalmar o bebê, aconchegando-o no colo, barriga com barriga, ou apoiado de bruços na extensão do seu antebraço. E atenção: oferecer chás entre as mamadas pode prejudicar a amamentação, além de não resolver as cólicas. Já os remédios “contra gases” têm pouca eficácia.

(Fonte:Site Bebe.com)

ACESSEM NOSSAS ENQUETES

CLIQUEM NA FOTO

ACESSEM - SOBRE NÓS

CLIQUEM NA FOTO

ACESSEM NOSSAS NOTÍCIAS

CLIQUEM NA FOTO

ACESSEM NOSSO FÓRUM

CLIQUEM NA FOTO

Perguntas Frequentes - Gestantes e Tentantes

Que cuidados a mulher deve ter antes de engravidar?

"Ela deve fazer um exame clínico geral para detectar a presença de alguma patologia associada (problemas cardíacos, renais, hepáticos) que possa prejudicar a gravidez. Além desse, deve fazer um exame ginecológico completo, o exame preventivo de câncer de colo de útero, uma ultrassonografia dos órgãos genitais e, dependendo da idade, uma ultrassonografia e/ou mamografia para estudar as condições das mamas.

São pedidos também exame de urina tipo I, porque a infecção urinária pode provocar aborto e óbito fetal, exame parasitológico de fezes, grupo sanguíneo e RH para verificar a compatibilidade do sangue e hemograma completo porque, se for detectada anemia ou qualquer outra enfermidade associada ao sangue, é preciso tratar antes que a mulher engravide.

Outro exame importante é o de glicose, visto que o diabetes pode complicar muito a gravidez, especialmente no último trimestre.

Ainda fazem parte dessa avaliação inicial as reações sorológicas para sífilis, AIDS, toxoplasmose, rubeola, citomegalovírus,pesquisa de hepatites e, se necessário, o exame de Mantoux ou PPD para tuberculose." (Dr. Jorge Naufal)

(FONTE: http://drauziovarella.com.br)

Quanto tempo antes de engravidar a mulher deve fazer essa avaliação (EXAMES)?

"No mínimo, quatro meses antes, porque, se não estiver imune para a rubeola ou hepatite B, por exemplo, haverá tempo hábil para proceder a imunização." (Dr. Jorge Naufal)

(FONTE: http://drauziovarella.com.br)

A maioria das mulheres engravida sem esses cuidados prévios. Qual é a conduta nesses casos?

"São pedidos os mesmos exames, porque algumas doenças podem ser tratadas. Por exemplo: até o quinto mês, há tempo para tratar, e até para curar, toxoplasmose, citomegalovírus e sífilis, a fim de diminuir, amenizar ou evitar problemas para o feto. No primeiro trimestre da gravidez, rubeola pode causar grandes transtornos, porque o vírus é ávido por tecido embrionário. Do quarto mês em diante, o risco diminui." (Dr. Jorge Naufal)

(FONTE: http://drauziovarella.com.br)