SANGRAMENTO E GRAVIDEZ

Por Suhely Bueno

 

Este tema é um tanto quanto delicado e gera muitas dúvidas e medo tanto para as grávidas, como para as ”tentantes”.

Já devem ter escutado histórias de amigas, primas, amiga da amiga que estava grávida e havia menstruado. Bem, primeiro devemos diferenciar certos sangramento da menstruação -  Uma coisa é uma coisa, outra é outra coisa.

Menstruação: “Sangramento” que ocorre em ciclos que podem ser de 21 a 30 dias. A menstruação  pode durar de 3 a 7 dias. Ele varia de intensidade e cor, de mulher para mulher e, algumas vezes, de ciclo para ciclo, dependendo do estado emocional da mulher e pelas influencias hormonais que pode estar sofrendo! Este é bem conhecido de todo mulher em idade fértil!

 

Durante o ciclo menstrual, as células da parede do útero (chamada endométrio) se proliferam, fazendo com que o útero fique mais espesso e com camadas altamente vascularizadas. O endométrio se expande para se tornar um local propício para receber um óvulo fecundado e iniciar uma gravidez. Se a mulher ovula e esse óvulo não é fecundado, o estímulo para a expansão e manutenção desta espessa parede uterina desaparece, fazendo com que todo esse tecido que cresceu durante toda a primeira metade do ciclo menstrual pare de receber suprimentos de sangue e acabe por desabar. A menstruação, portanto, não é exatamente uma perda de sangue, mas sim a eliminação de tecido uterino junto com vasos sanguíneos e coágulos.” (FONTE: http://tabanikadepayalvo.blogspot.com.br)

Certos Sangramentos: (Resolvemos definir dessa forma para melhor diferenciar). Esses certos sangramento são variados pela sua razão. Vamos tentar colocar de uma maneira simples:

·         Sangramentos de escape:  Muitas mulheres que iniciaram o uso de anticoncepcionais, por exemplo, podem ter passado por isso. Esses sangramentos que ocorrem fora de hora, por assim dizer, também chamados de “spotting” ,ocorrem pela adaptação do organismo da mulher ao medicamento, normalmente se normaliza depois da terceira cartela, mas caso persista vá ao seu ginecologista, pois há possibilidade do medicamento que está tomando ser de baixa dosagem para você e deva trocar! Ele pode aparecer em qualquer momento de seu ciclo e não tem tempo certo de duração ou intensidade;

  •  Sangramento de Implantação: Este sangramento pode ou não acontecer, não é uma obrigatoriedade. Este sangramento ou liberação de secreção é chamado de nidação. Neste momento ocorre a implantação do óvulo fecundado, este processo obrigatoriamente acontece para todas as grávidas, mas não quer dizer que tem que haver sangue, ou qualquer outra secreção, ou mesmo ter leves cólicas, como muitas relatam. Neste processo natural caso ocorra sangramento ou liberação de secreção ela poderá ser vermelho aguado, cor de borra de café, caramelo/bege, cor vermelho bem escuro, ou até mesmo sangue vivo. Então o que difere este processo da menstruação? A intensidade em que ocorre e a duração do mesmo.  Segundo especialistas este sangramento podem ser esporádicos, ocorrem entre 1 a 3 dias e de leve intensidade, pois nesse processo podem ocorrer pequenas descamações do endométrio.

 

“No final da primeira semana após a fecundação, inicia-se o processo implantação da massa de células formada (agora chamada de blastocisto) na parede uterina, processo chamado de nidação. A implantação se completa ao término da segunda semana após a fecundação. Não é incomum que durante este período a gestante apresente discreta perda sanguínea transvaginal. Isto é chamado de sangramento de nidação (fixação do ovo ao útero!). (FONTE http://www.perinatal.com.br)

“E só após a nidação, que o corpo inicia a produção do HCG (Hormônio Coriônico Gonadotrófico), por isso é tão importante aguardar o atraso para fazer um teste de gravidez, pois antes disso o exame pode não marcar. Ou seja, não existe falso negativo e sim um teste/exame feito muito cedo.”(FONTE: http://anunes.e-familyblog.com)

 

Dentro do ciclo menstrual quando isso pode acontecer?  Vejam, este processo pode acontecer entre 4 a 15 dias após a fecundação, por isso ele pode ocorrer próximo ao dia da menstruação vir (uns dias antes, no mesmo dia ou uns dias depois) Por essa razão é muito fácil de confundir com a própria menstruação. Mas lembre-se que as características são diferentes como já mostramos acima.

  •  Sangramento de feridas: Pode haver sangramento proveniente de machucados ou feridinhas no colo uterino, ou como é denominado clinicamente, ECTOPIA, mas este sangramento é externo...

“A chamada “ferida” do colo do útero é chamada de ectopia pelos médicos e significa apenas a saída do epitélio (tecido) que recobre o canal cervical para fora do orifício externo do colo, substituindo parte do epitélio natural do colo uterino. Este epitélio do canal é formado por tecido glandular e é rugoso e avermelhado, ao contrário do epitélio do colo uterino, que é liso e róseo, daí seu nome popular de “ferida”. Em realidade esta ectopia não é uma doença e sim a presença de um tecido fora do seu local apropriado. Ela decorre principalmente da ação de um hormônio chamado estrogênio, que é natural da mulher, mas que é abundante, principalmente nas jovens, nas usuárias de pílulas e nas grávidas, daí sua maior prevalência nestes grupos. (FONTE: http://ginecenter.blogspot.com.br)

Por conta disso durante a relação sexual, ou mesmo um exame de ultrassom transvaginal pode ocorrer sangramentos, mas vale ressaltar que este sangramento é apenas de momento e logo cessa!

“Sangue durante ou após a relação sexual: esse sintoma está relacionado a três causas principais. Uma delas é a infecção vaginal. “Se a mulher estiver com o problema, o pênis pode machucar a parede da vagina”. Feridas no colo do útero, de origem hormonal ou decorrente de alguma doença, são outro fator de sangramento. E o terceiro tem a ver com a intensidade da relação: os movimentos bruscos podem causar traumas na entrada da vagina. A posição de quatro pode ainda provocar uma hemorragia. É que o movimento do pênis costuma causar um acúmulo de gás na vagina, levando, em alguns casos, ao rompimento do seu fundo”. É importante saber que, nas três situações, o sangramento acontece durante ou imediatamente após a relação. Nunca dias depois do sexo.”  (FONTE: http://bebe.abril.com.br)

 

  • Sangramento do saco gestacional: Este sangramento pode acontecer até o terceiro mês de gestação. Ocorre pelo descolamento do saco gestacional e requer repouso a fim de evitar um aborto. As características do mesmo são: coloração escura, tipo borra de café, ausência de cólica e que pode durar vários dias.

“Saco gestacional, é o onde o bebê se desenvolve até o dia de nascer, ele fica dentro do útero, colado ao útero, e o bebê fica dentro envolto e protegido por um líquido amniótico. O deslocamento pode ocorrer por diversos graus, e geralmente é no inicio da gravidez a causa pode ser de um útero fraco recentemente por ter tido um aborto espontâneo, pode ser devido um tranco, um pulo mais forte, que você tenha dado, sem saber que estava grávida.
Quando o médico detecta o deslocamento, quase sempre passa medicamento e repouso absoluto, até o bebê crescer, pois com o crescimento o hematoma do deslocamento desaparece. Seguindo as recomendações do seu médico, na maioria das vezes transcorre tudo bem. Depois de alguns dias de repouso e fazendo uso de medicação, com Ultrassom pode se verificar que está tudo bem com o bebê.
(FONTE: http://gravidezdepoisdos30anos.blogspot.com.br

  • Mudanças no colo do útero: Quando você está grávida, mais sangue flui para o útero, por isto o colo pode ficar mais sensível e sangrar após o sexo ou exame ginecológico.

 

Vale ressaltar que qualquer sangramento durante a gravidez requer cuidado e possíveis investigações ainda mais se acompanhados de cólicas, dores no abdômen, e até mesmo febre, em qualquer momento da gestação. Portanto não deixem de consultar seu médico!!!
 

 


MAIS INFOMAÇÕES SOBRE ESTE TEMA TÃO CONFUSO E MUITAS VEZES POLÊMICO NO NOSSO CANAL MÍDIA (SÃO OS DOIS PRIMEIROS VÍDEOS DA LISTA) - ACESSE: CANAL MÍDIA